Em Destaque:

A morte na panela e os erros criacionistas

Recentemente, assisti a uma pregação do pastor Adeildo de Oliveira Silva, da igreja o qual congrego, que me chamou muito a atenção por est...

terça-feira, 19 de maio de 2009

mil desculpas...

Quem achou esse blog abandonado tem certa razão...
Eu estive por um tempo sem computador por conta de um vírus que o meu antivírus deixou escapar.
Porém agora que estou com ele de volta prometo postar mais artigos pro blog.
Paz do Senhor!!

Evolução - á luz das Escrituras

ATENÇÃO: INFORMO QUE A PRODUÇÃO DE "EVOLUÇÃO Á LUZ DAS ESCRITURAS" ESTÁ PARCIALMENTE SUSPENSA POR ALGUNS IMPREVISTOS.



video

Em breve, um colega meu e eu exibiremos um vídeodocumentário evangélico, de nossa autoria, em algumas igrejas da nossa região (e se possível em escolas também) como palestra, que fala dos primeiros capítulos de Gênesis - mas de uma forma totalmente nova.
É o Evolução - á luz das escrituras, um documentário que estamos produzindo para expor ás igrejas a verdade sobre três coisas: a evolução, o criacionismo da Terra Jovem e a gênese bíblica.
O documentário, embora com poucos recursos e de algum modo "caseiro", será gravado no Museu de Zoologia da USP e apresentará diversas cenas dos documentários da BBC da série "Walking
with
..."


Cena de dois anômalocaris retirada do documentário "Walking with monsters" da BBC, que será exibida no Evolução - á luz das Escrituras.









O objetivo desse documentário, que será exibido como palestra, é esclarecer os crentes a respeito da controvérsia Criacionismo vs. Evolucionismo e do que diz realmente a Bíblia em seus primeiros capítulos, e também, não obstante, mostrar de uma vez por todas o que realmente é a teoria da evolução, uma vez que a maior parte dos criacionistas tem deturpado totalmente o que é a evolução, afastando-a cada vez mais da Bíblia.

Nele, o telespectador fará uma viagem no tempo, passando por todos os Dias da Criação, a queda do Homem, até o dilúvio de Noé. No decorrer dessa viagem serão exibidos diversas criaturas pré-históricas, bem como a evolução ocorrida nelas, como os dinossauros, os terapsidas ou os mamíferos gigantes do Pleistoceno, por exemplo.
Uma outra coisa única também é o completo esclarecimento sobre a origem do homem, revelando todos os ancestrais fósseis e ainda mostrando que a evolução do homem concorda com as Escrituras.

Não menos interessante e importante será também o "extra" exibido após o documentário, chamado A verdade do criacionismo, que falará diretamente da confusão que muitos criacionistas fazem e dos mitos que se colocam em torno da Teoria da Evolução.

Como o documentário não prega religião, e só apresenta a real relação evolução - Bíblia, pretendemos também expô-lo em algumas escolas da nossa região, pois este documentário também apresentará um grande - e sincero - conteúdo científico.

Está previsto para este ano.




Algumas poucas igrejas evangélicas por enquanto terão acesso á esse documentário (só as da minha região). Porém, se sua igreja tiver interesse em adquirí-lo, ligue no tel.: 4509-4579.

OBS: Evolução - á luz das Escrituras não é um documentário que alegoriza a gênese bíblica, antes ele mostra que a bíblia é factual, e que ainda fala á favor da teoria da evolução e Pré-história.

terça-feira, 3 de março de 2009

O Homem de Neanderthal e a geração de Caim


PARA VER A VERSÃO ATUALIZADA E MELHOR EXPLICADA DESSE ARTIGO, CLIQUE AQUI.



Após a chamada "queda" do homem, causada pela desobediência á uma ordem do Criador, Adão e Eva (os primeiros da espécie Homo heidelbergensis) foram expulsos de seu lar paradisíaco chamado Édem e passaram a habitar outra região. Adão e Eva tiveram dois filhos de início: Caim e Abel. Caim acabou, depois, matando Abel por inveja (e não enterrou seu corpo, típico do Homo heidelbergensis) e viveu errante, indo viver ao oriente do Édem. Ele gerou descendentes especialistas em engenharia e música. Sete, um filho que substituiu Abel, gerou descendentes que mais tarde toparam com os descendentes de Caim, ao passo que se relacionaram e viveram de forma pecaminosa, além dentre eles existirem "varões de fama". Uma extensa inundação, porém, exterminou todos os humanos, exeto Noé, descendente de Sete. A geração de Caim foi totalmente exterminada.


E o que o Homem de Neanderthal tem a ver com isso tudo??


Os estudos recentes em evolução, paleontologia e antropologia evidenciam que do Homo heidelbergensis (que você pode ver por que se trata de Adão e Eva na postagem "a origem do homem") surgiram duas espécies humanas: Homo sapiens e Homo neanderthalensis.

O Homo sapiens é nossa espécie e atualmente é a espécie dominante.

Já o Homem de Neanderthal era mais alto, mais robusto e ligeiramente mais inteligente que o Homem moderno. Exatamente: Mais inteligente! Isso é devido á recentes estudos no Homem de Neanderthal que, além de apresentá-lo como sendo nosso primo e não ancestral, mostrou que estes eram bem inteligentes e possuíam uma cultura pouco rudimentar.

Mas enfim, será que o Neanderthal era descendente de Adão? Sim, e por um fato hoje incontestável: O Neanderthal possuía noção pré-concebida do espiritual!


Agora, vamos fazer uma relação dos fatos bíblicos e científicos sobre esse assunto.

Observe:


-Adão gerou a descendência de Caim e de Sete. O Homo heidelbergensis gerou os Neanderthais e Homens modernos


-A Bíblia fala que a geração de Caim era habilíssima em instrumentos de tocar e ferramentas, tais como realmente eram os Neanderthais.


-A Bíblia fala de um conflito entre as gerações de Caim(filhos dos homens) e de Sete(filhos de Deus). A ciência mostra que os Neanderthais conflituaram-se numa época com o Homo sapiens.


-Gênesis 6:4 diz: "Havia naqueles dias gigantes na terra; e também depois, quando os filhos de Deus entraram às filhas dos homens e delas geraram filhos; estes eram os valentes que houve na antiguidade, os homens de fama.". Essas características se encaixam com os robustos e inteligentes Homens de Neanderthal, além de haver certa evidência de relação sexual entre Homo sapiens e Homo neanderthalensis.


-A Bíblia diz que só a geração de Sete sobreviveu ao dilúvio(Noé). A ciência mostra que na convivência entre Sapiens e Neanderthalensis, só os Homo sapiens sobreviveram. Os Neanderthais se extinguiram misteriosamente.


Curioso, não?


Bem, qual a conclusão disso tudo? Obviamente, que os Neanderthais são descendentes de Caim, e que o Homem moderno descende de Sete, sendo que os Neanderthais foram extintos pelas águas do dilúvio (o degelo semiglobal do Pleistoceno).

Mais uma vez vemos, então, a estreita relaão da Bíblia com a evolução.


Para saber mais sobre o Homem de Neanderthal, recomendo os seguintes links:






segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

A origem do homem


PARA VER A VERSÃO ATUALIZADA E MELHOR EXPLICADA DESSE ARTIGO, CLIQUE AQUI.




reconstituição de Homo heidelbergensis 
Pra começar, abandonemos a idéia de que Deus fez um "boneco de barro" e assoprou nele de modo que o boneco virou gente. Essa interpretação foi posta pelo catolicismo há muito tempo atrás, embora predomine em 90% das igrejas que seguem a Bíblia.
Vamos apenas considerar só a Palavra de Deus e as evidências que a ciência fornece sobre a origem do homem, bem com o os fósseis que indicam sua evolução, de primatas simiescos até o Homo sp.
Bem, vejamos as escrituras:

Gn 2,7: “E formou o Senhor Deus o homem do pó da terra, e soprou em suas narinas o fôlego da vida; e o homem foi feito alma vivente.”

Para se entender essa passagem da maneira correta, levemos em conta o que a Bíblia de Jerusalém diz sobre essa passagem:

- O corpo do homem(Adam) criado de pequenas partículas do solo(Adamah)
- Ser vivente (nefesh) que adquiriu vida de um sopro vital (pelo espírito / ruah - capaz de expressar pensamentos e sentimentos que interagem com Deus através de Seu Poder)

Ou seja: o homem do pó passou a ter vida espiritual?
O que podemos tirar disso levando em conta a evolução do ser humano?
Bom, a relação mais plausível é essa:

Para a execução do plano integral de Deus, era necessária a existência de um corpo mortal (não espiritual!) e organicamente perecível, porém evoluído o suficiente, para que o espírito eterno prove niente de Deus pudesse habitar nele.
Voltando ás escrituras...

Quanto tempo levou esta formação do pó até o homem, citada na Bíblia?
Não podemos nivelar as medidas de tempo terreno e humano, com o tempo espiritual da eternidade. Não estaria escrito em algum lugar, que para Deus um dia é como mil anos, e mil anos é como um dia?
A formação, do pó ao homem, deu-se em 1 dia, 1 tempo, 1 era...?


Conclusão: o primeiro organismo foi criado de pequenas partículas do solo (Ecl 3,20), no meio do 3° Dia, foi se desenvolvendo, ramificando-se em novas espécies (Deus criou os seres vivos conforme suas espécies!) e Deus propositalmente fez com que deste viesse a forma mais bem-sucedida de animal, o Homo sp, um ser vivo posto á dominar os demais. Esse hominídeo, que passou a ter uma vida espiritual, possui o nome científico de Homo erectus heindelbergensis, porque, segundo os paleontólogos, essa espécie foi a primeira a ter noção de espiritualidade. Este era Adão.

Somente depois de uma evolução total da condição animal, orgânica e perecível, é que nos tornamos superiores aos outros animais, nos tornamos humanos biológicamente prontos, e estruturalmente perfeitos, para que Deus unisse o reino espiritual ao terreno, soprando a vida espiritual em nossas narinas, nos permitindo a consciência e a Vida em Deus, e dando início a Seu plano eterno de redenção pura e estritamente espiritual.


Mas...e Eva? Não teria sido formada da costela do 1° homem com vida espiritual, Adão?

Reflita: Adão, o primeiro homem completo, seria o único ser com vida espiritual, o único do seu tipo no Jardim do Édem... Bem, embora fosse imortal e não tivesse necessidade de deixar descendentes, ele precisava de uma parceira. Mas precisava de alguém espiritualmente compatível a Adão, o que não havia aqui quando Adão surgiu. O mais próximo seria, por exemplo, um Homo erectus de outra subespécie, mas...e a parte espiritual? Mas enfim. Por isso, num belo dia, Deus pôs um sono em Adão. Na hora tirou uma costela sua (e preencheu o lugar de novo com carne) e, miraculosamente, fez um Homo erectus heindelbergensis fêmea: Eva. Deus já criara ela com espírito e tudo.

Obs: Essa explicação para Eva não possui evidência científica, logo, é um ato de fé. Porém, é bíblica e não foge á ciência, e por isso pode ser crida sem problema algum, se considerarmos o imenso poder que Deus tem.

Retirado parcialmente de

-->http://javejireh.wordpress.com/category/criacionismo-evolucionismo/

criação versus evolução - Introdução

Uma das mais acirradas guerras entre ideologias nesse século, talvez, seja a famosa luta entre criacionistas e evolucionistas.


-Evolucionistas: consideram a origem das espécies no ponto de vista científico, alegando que através da Seleção Natural, as espécies tendem a se adaptar, gerando assim novas espécies. Não descartam a possível existência de um criador.


-Criacionistas: consideram a origem das espécies só no ponto de vista teológico e alegam que a vida foi criada por Deus (Porém a teologia destes apregoa também que as espécies são fixas, ou seja, não mudam. Estes tentam derrubar o evolucionismo acima de TUDO).


Destarte, o motivo que talvez seja a base da briga entre criacionistas e evolucionistas, provavelmente, seja o de tanto os criacionistas como os evolucionistas acharem que o relato bíblico da Criação nada tem a ver com a Pré-história e a noção de evolução das espécies, uma vez que o criacionismo é todo baseado numa interpretação bíblica. Entretanto, até que ponto é verdade essa afirmação? Qual é a verdade? Criação ou Evolução?

A resposta para essa questão na realidade está numa afirmação verídica e simples, que pode de início parecer absurda:


"A bíblia não contradiz a teoria da evolução nem a evolução contradiz a Bíblia."

Como isso pode ser verdade? Basta uma minuciosa, mas minuciosa mesmo, análise das Escrituras, deixando de lado o que costumamos aprender na teologia sobre Gênesis 1 e 2 e considerando apenas o que os fatos da natureza, que é a Criação de Deus, nos fornecem. Partamos do ponto de vista de que o povo hebreu não era um povo intelectualmente avançado e que Deus teria revelado Gênesis a Moisés de maneira que desse para o povo entender, de forma bem simples. É bom lembrarmos também que muita coisa na ciência ainda está para se descobrir...